CONHEÇA

PERÍCIA OFICIAL

ASSÉDIO MORAL

100 anos de história

Visitantes on line

Nós temos 21 visitantes online

Login Usuário

quepaiseesse

O Sistema Informatizado da Polícia Federal - Afis localizado no Departamento de Identificação parou de vez. Esse sistema era mantido em convênio com o governo federal e acabou no final de 2014.

Nada relativo à apuração de crimes, à colocação de fragmentos papilares no sistema e às pesquisas criminais está funcionando. Tudo literalmente parado, enquanto os criminosos continuam fazendo a população refém de todo tipo de crime.

A única coisa que está funcionando é o sinic (sistema onomástico de dados) que não apresenta garantia da identidade dos que ingressam no sistema porque não é com base nas impressões digitais. Ou seja: o Departamento de Identificação não consegue dirimir as dúvidas sobre as identidades cabais dos criminosos e a situação encontra-se literalmente caótica.

Tudo voltou a ter que ser feito manualmente, impossibilitando as pesquisas porque a quantidade existente é imensa, não havendo condições de se dar as respostas exigidas pelos órgãos solicitantes e para a população, esta que também já pena com uma quantidade absurda de RG’s falsos emitidos pelo próprio Estado.

Sem a certeza quanto à identificação dos que cometem crimes, processos vão entrar em colapso e a balbúrdia se instala definitivamente. Estamos alertando sobre a situação faz tempo, mas só caem na real quando o caos explode. Lá na frente vai ser um tal de reformular processos judiciais por causa da falta de visão e de respeito pela sociedade.

E nem concurso para o cargo, defasado em mais da metade dos quadros, sai do papel.

...Terceiro mundo se for, Piada no exterior, Mas o Brasil vai ficar rico, Vamos faturar um milhão, Quando vendemos todas as almas, Dos nossos índios um leilão... Que país é esse? Que país é esse?

 

Sem impressões, vá de taxi!

carteiradeidentidade3 Todos devem estar cientes que para tirar ou renovar a CNH atualmente se exige dos cidadãos que suas impressões digitais sejam coletadas. Ou seja: “sem impressões digitais”, o cidadão não tira a primeira via e nem renova a CNH. Isso é o que impõe uma portaria do Denatran.

E, ainda mais, para que o cidadão tire a primeira via ou renove sua CNH, somente por meio do processo decadatilar, que se trata, grosso modo, da coleta das dez impressões digitais para serem analisadas. Evidentemente que a análise envolve outras várias coisas, a exemplo da classificação, pesquisa e confronto das impressões para afirmar a identidade, mas esse é um motivo lateral deste texto.

Recentemente, uma pessoa conhecida de um colega perito papiloscópico entrou em contato conosco dizendo que seu filho não estava conseguindo renovar a CNH porque havia sido informado pelo Detran que ele não possuía impressões digitais.

Como já estava há vários meses nessas tentativas infrutíferas e seu filho dependia da CNH para sobreviver, buscava uma saída para conseguir o documento.

Leia mais...

 

Sistema da Polícia Federal entra em pane 

Plataforma nacional entra em colapso e compromete troca de informações criminais entre Polícia Federal e polícias estaduais

30/04/2015 05:05

Rosana Melo

Todas as investigações policiais que precisam de informações cadastrais de foragidos ou a partir de impressões digitais parciais ou completas colhidas em locais de crime em todo o País estão paradas e sem previsão para serem concluídas. É que o Sistema Automatizado de Identificação de Impressões Digitais, conhecido como Afis, foi sobrecarregado com informações biométricas e entrou em colapso há cerca de 10 dias.

afisgo1

O Afis foi instalado no Brasil em 2004 como uma ferramenta primordial de luta contra o crime, a partir de uma rede de informações entre as polícias federal e estaduais, com troca e fluxo de informações criminais a partir de dados biométricos.

A plataforma tem capacidade em sua base de dados de armazenamento de 15 milhões de digitais. Está atualmente com 16 milhões e precisa, com urgência, de expansão, o que depende de uma licitação que se arrasta há anos. O processo licitatório foi disparado pelo Instituto Nacional de Identificação (INI) em 2012, mas está parado na Diretoria Técnico e Científica do Departamento da Polícia Federal em Brasília (DF). O processo não foi concluído e, assim, se deixou comprar mais espaço e de dar manutenção no sistema, o que é realizado pela empresa francesa Sagem, detentora da plataforma instalada no Brasil.

Leia mais...

 

Suspeito de homicídio e procurado pela Interpol é preso na Serra, ES

Segundo polícia, crime teria ocorrido há 15 anos no estado.
Após isso, ele teria fugido para Portugal, onde permaneceu até voltar. 

falsidade2704 Um homem de 40 anos que era procurado Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) foi preso nesta segunda-feira (27) na Serra, Grande Vitória. De acordo com a polícia, ele é suspeito de um homicídio ocorrido há 15 anos no Brasil. Após o crime, ele fugiu para Portugal.

Segundo o delegado Márcio Lucas, o homem utilizava documentos originais com informações falsas que, para a polícia, podem ter sido emitidos a partir de uma certidão de nascimento falsa. Foi dessa maneira ele conseguiu se manter foragido.

 Saiba mais
  • Detido por furto a banco no ES agia no Norte do país, diz delegado (outro caso, também com documento falso)
  • Ainda de acordo com o delegado, ele era procurado pela Interpol justamente por conta desses documentos. "Foi um conflito no passaporte que ele tirou com elementos de identificação que não condiziam. Ele estava sendo procurado, mas sem sucesso", explicou.

    Márcio Lucas também explicou que após passar anos no exterior, ele voltou para o país em "decorrência do homicídio que ele tem aqui no Brasil". Ainda não há informações sobre quando ele chegou ao estado.

    "Ele já vinha sendo procurado por algumas informações que o nosso serviço de inteligência tinha em conjunto coma Superintendência de Polícia Prisional. E a gente sabia que ele tinha um mandado de prisão em aberto e, consequentemente, hoje conseguimos fazer o cumprimento desse mandado".

    Leia mais...

     
    Leia Todas as Noticias Anteriores