Home / NOTICIAS >> VER TODAS / CHEFIA DA PC QUESTIONA ESMOLAS E ELMACHIPS
joel

CHEFIA DA PC QUESTIONA ESMOLAS E ELMACHIPS

joelSegundo informações, parece que movida por rancor contra os peritos papiloscópicos, a Chefia da PC está pressionando a categoria a dizer “quais foram os comerciantes que doaram esmolas e cestos de elmachips para servirem de estantes no Departamento”.

Pelas fotos publicadas (clique aqui), a população pôde tomar conhecimento de que os propalados investimentos na perícia é uma grande balela. Faltam materiais básicos de trabalho, faltam estantes, faltam cadeiras, faltam computadores, faltam coisas simples que são pedidas diariamente em outros setores para que os serviços não parem de vez. Para que se tenha uma ideia, falta cianoacrilato, cujo valor é de R$ 3,00 (três reais) cada frasco. Mas, sobra pressão e intromissão indevida.

A APPES indaga publicamente a Chefia da PC se da mesma forma ela também vai pressionar como foi doado um programa pessoal de informática para a Seção Criminal do Departamento, incompatível com o funcionamento daquele setor, causador de sérios transtornos e que não tem quem saiba mexer como ele.

Estranhamente, a Chefia não usa do mesmo peso e da mesma medida em ambos os casos para fazer suas pressões. Uma situação para o Ministério Público examinar…

Aliás, estamos cientes de tantos casos de doações na PC sem que a Chefia tenha nem sequer demonstrado interesse em saber, que mais essa intromissão soa apenas como pressão na categoria. Como sempre, pressão de quem nada fez para minorar as péssimas condições de trabalho da categoria.

Informamos publicamente à Chefia da PC que tanto quem pediu as esmolas quanto quem recebeu as doações foi a APPES. E as doações serão recolhidas mais vezes, conforme consta na matéria, nas portas do Palácio Anchieta e pelas ruas de Vitória. Vamos tornar pública a cara da falência e do abandono.

Talvez preocupados com as mentiras que publicam nos meios de comunicação, dando conta de investimentos de milhões, tentem calar a voz da verdade que faz ruir por terra todo um discurso enganador que passam para a sociedade. Mas, a verdade é que não investiram e não investem nada no Departamento de Identificação.

A APPES está encaminhando a matéria anteriormente publicada, acompanhada desta matéria, para o Ministério Público e para o Ministério da Justiça para que seja apurada mais essa intromissão e essa pressão sem cabimento na categoria. Não vamos admitir pressões indevidas e contrárias à legislação de quem nada faz pelo crescimento da categoria. 

As doações e as esmolas vão continuar a serem pedidas nas ruas até que respeitem a autonomia e os direitos da categoria. Até que respeitem as Recomendações do Ministério da Justiça. Até que parem de tratar os peritos papiloscópicos e o Departamento de Identificação como escória.

Em vez de estar determinando investimentos no Departamento, está preocupada com doadores estarrecidos com a violência e vítimas dos assaltos diários. Não é à toa que a criminalidade só aumenta.

Verifique Também

A quem interessa?

Conheça o trabalho dos Peritos Oficiais Criminais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *