Home / NOTICIAS >> VER TODAS / Entrevista Gilsinho e Tadeu, TV ALES (28-05): valorização dos peritos e insalubridade

Entrevista Gilsinho e Tadeu, TV ALES (28-05): valorização dos peritos e insalubridade

Entrevista para a TV ALES do Deputado Gilsinho Lopes e do Perito Tadeu Nicoletti, retratando a importância do trabalho da Perícia Oficial para a resolução dos crimes, em especial o crime ocorrido em Linhares/ES recentemente que vitimou duas crianças e que causou grande comoção social.

Na entrevista, o Deputado Gilsinho Lopes se compromete a levar ao Governo a necessidade de valorização dos Peritos Oficiais, que estão com o pior salário do país, também sendo tratado na entrevista as questões da insalubridade dos peritos e do inexplicável número de 06 (seis) gratificações de chefias destinadas à Superintendência de Polícia Técnico-Científica, dentre as 242 (duzentos e quarenta e duas) previstas na lei para os setores da Instituição.

Ressaltando-se que a lei prevendo o adicional de insalubridade dos Peritos já foi publicada há 08 (oito) meses, sem que seu pagamento seja efetivado, e das 242 (duzentos e quarenta e duas) gratificações de chefias distribuídas para a PC/ES, somente 06 (seis) foram destinadas aos três Departamentos que compõem a estrutura da Perícia Oficial (de Criminalística, de Identificação e Médico Legal).

Foi requerido que o início da retomada das negociações pela valorização salarial dos Peritos Oficiais seja retomada imediatamente, conforme havia sido apalavrado com o Governo, já tendo se passado mais de dois meses desde o compromisso firmado que essa negociação seria retomada. Salienta-se que o pior salário do país tem sido motivo de grande insatisfação dos integrantes da categoria, tornando difícil a permanência de vários Peritos nos cargos em função dos baixíssimos salários, bem como manter o padrão de qualidade exigido para os profissionais que ingressam nos quadros da Perícia Oficial.

Verifique Também

PERÍCIA OFICIAL: PIOR SALÁRIO DO BRASIL (ES) X MELHOR SALÁRIO DO BRASIL (PF)

Compare a diferença da valorização da Perícia Oficial no Estado do Espírito Santo e no ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *