Home / NOTICIAS >> VER TODAS / “A TRIBUNA” MOSTRA O CAOS NA IDENTIFICAÇÃO, E SUPERINTENDENTE MENTE NA CARA DURA

“A TRIBUNA” MOSTRA O CAOS NA IDENTIFICAÇÃO, E SUPERINTENDENTE MENTE NA CARA DURA

Do: Setor de Jornalismo da Appes/Fenappi

mensagens-de-mentira-contra-verdade-parte-3-2O jornal “A Tribuna” trouxe em suas páginas principais nesta segunda (19) reportagem de capa mostrando o verdadeiro caos em que se encontra o Departamento de Identificação, sob o título: “BANDIDOS USAM ATÉ 14 IDENTIDADES PARA APLICAR GOLPES NO ESTADO”.

Uma realidade mais do que denunciada e conhecida dos capixabas, que sofrem as consequências da irresponsabilidade com fraudes e falsificações de identidade  inacreditavelmente bancadas pelo próprio Estado, com criminosos ficando impunes diante do descalabro e causando todo tipo de angústia para os cidadãos, contando ainda com a “ajuda” de quem deveria combater os crimes, que fingem desconhecer o que está nas suas barbas há anos.

Mas, o que causou verdadeiro espanto em todos foi ler a palavras do atual superintendente da Perícia, nos seguintes termos: “Ele garante que as solicitações de RG’s recebidas nos 75 postos de identificação do Estado têm as impressões digitais conferidas”.

Ao que lê, buscando se esgueirar de sua própria omissão, haja vista que compete principalmente ao superintendente DETERMINAR que as impressões digitais sejam confrontadas antes da emissão dos RG’s, os peritos ficaram estupefatos com tamanha mentira e com mais um absurdo para tentar perpetuar a transformação da identificação dos capixabas num caso de polícia em que os réus são o próprio Estado e seus prepostos.

1_2013_06_28_11_47_26-27414O SUPERINTENDENTE MENTIU PUBLICAMENTE PARA TODOS OS CAPIXABAS E PARA O BRASIL! NÃO HÁ QUALQUER CONFRONTO DAS IMPRESSÕES DIGITAIS NO DEPARTAMENTO DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO! E um dos motivos de não haver recai sobre a pessoa que o superintendente acaba de fazer chefe de todo o Departamento – e que era chefe por quase 30 anos da seção responsável por fazer o confronto antes da emissão dos RG’s, sem nunca ter determinado que fossem feitos os confrontos para evitar as fraudes e falsificações.

Ou seja: o superintendente premiou como chefe geral, com o aval da chefia da Polícia, quem deveria estar sendo responsabilizado diretamente pelo caos instalado na identificação dos capixabas. Uma inversão de valores que fez aqueles que trabalham dentro da legalidade e da responsabilidade sentirem que quanto mais se omite e se prejudica a população mais se cresce dentro da PC/ES.

Ainda dá tempo de cumprir a legislação e impedir que as fraudes e falsificações se tornem totalmente incontroláveis, superintendente. Que o Estado continue sendo um dos maiores emissores de documentos fraudados e falsificados da história do país. Basta que cumpra suas obrigações e DETERMINE QUE O CONFRONTO DAS IMPRESSÕES DIGITAIS SEJA FEITO ANTES DA EMISSÃO DAS CARTEIRAS DE IDENTIDADE.

Mas, pelo conteúdo das palavras mentirosas ditas na entrevista, falta mínima coragem. A mentira tem “pernas curtas” e o superintendente só enganou quem não conhece o que de fato ocorre por baixo dos panos e o porquê não se quer uma perícia oficial autônoma.

VEJA IMAGENS DE “A TRIBUNA”:

14329890_1594908380804864_3626580223336655191_n

14316767_1085521554850280_4043078310782285898_n
14370338_1594908150804887_7432346005318704962_n

Verifique Também

A quem interessa?

Conheça o trabalho dos Peritos Oficiais Criminais. Espírito Santo paga pior salário do país paraos ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *